RT Fresco - шаблон joomla Книги

Santa Casa de BM realiza o 1º Congresso de Humanização com arte de Clown da região

A Santa Casa de Misericórdia de Barra Mansa, em parceria com a trupe Doutores da Esperança, realizou nesta quarta-feira, dia 03, o 1º Congresso de Humanização com arte de Clown da região Sul Fluminense. O evento aconteceu no Centro de Estudos do hospital e contou com a presença de psicólogos, assistentes sociais e representantes das trupes da região.

O objetivo do congresso é criar um dispositivo para organizar todas as equipes de palhaço que trabalham nos hospitais da região Sul Fluminense. “Nós queremos criar um padrão para esse serviço de humanização hospitalar. Fazer com que o trabalho seja feito com segurança e qualidade”, contou Leandro Santos, o administrador da trupe, explicando que realizar essa arte de forma uniforme é uma garantia tanto para o hospital, quanto para os palhaços. “Quando uma trupe comete um erro, isso reflete em todas as outras equipes, por isso que surgiu a ideia desse ‘selo de qualidade’, para garantir a segurança e eficácia do nosso trabalho”, disse.

image

Segundo Leandro, alguns passos básicos devem ser seguidos para garantir o ‘selo de qualidade’. O primeiro é a organização do grupo. “Apesar de o nosso trabalho ser com o humor, temos que ter uma organização séria, para conseguirmos credibilidade no serviço”, contou. Outro ponto é a questão de todos os palhaços serem capacitados. “Pelo menos 50% da equipe tem que ter o curso avançado de palhaçaria, você tem que estar preparado para enfrentar qualquer tipo de situação e fazer disso uma oportunidade”. Os integrantes da equipe também têm que ter cursos biossegurança, psicologia ou conduta hospitalar.

 

Para a assistente social, e presidente do Grupo de Humanização da Santa Casa, Mirian Rocha, esse selo vai facilitar as parcerias das trupes com os hospitais. “É importante esses ‘selo de qualidade’ às equipes dos palhaços. Há muita preparação por trás do trabalho deles que, às vezes, passa despercebida ao público”, disse Mirian, completando que esse congresso vai servir para preparar as equipes de palhaços que querem trabalhar nessa área hospitalar.

O provedor da Santa Casa de Barra Mansa, Jair Fusco, também esteve no evento e se emocionou ao agradecer aos presentes a ampliação desse trabalho de humanização no hospital. “É um orgulho estar a frente desse hospital que vem conquistando cada vez mais benefícios aos pacientes. A provedoria está de portas abertas para ajudar no que for preciso para que esses serviços de humanização tenham mais espaço”, disse. Fusco aproveitou para falar sobre o Unicon, o Hospital do Câncer, que vai funcionar em anexo a Santa Casa. “Agora nós estamos terminando o Hospital do Câncer, Barra Mansa vai se beneficiar muito com esse serviço. Eu quero, enquanto provedor, fazer o possível para oferecer um atendimento diferenciado à população. Nós lidamos com poucos recursos, mas trabalhamos com amor. É tudo despretensioso”, afirmou.

Notícia publicada em: http://www.focoregional.com.br/